Greta Thunberg, a adolescente sueca que inspirou e alertou milhões de pessoas no mundo inteiro a respeito do aquecimento global, disse que é “extremamente provável” que ela tenha o vírus Covid-19.

A adolescente, cujo protesto solo fora do parlamento sueco deu início à campanha mundial da juventude, disse em um post no Instagram que se auto-isolou depois que ela e seu pai voltaram de uma viagem pela Europa central cerca de duas semanas atrás.

Alguns dias depois, ela disse que os dois começaram a ficar doentes com queixas de calafrios, dor de garganta e tosse.

Thunberg disse que não havia sido testada para o vírus, por causa da política de saúde na Suécia, e agora estava “basicamente recuperada”.

Porém ela emitiu um aviso urgente a outros jovens para que levassem o vírus a sério – mesmo que eles próprios enfrentassem apenas sintomas leves.

“Nós que não pertencemos a um grupo de risco temos uma responsabilidade enorme, nossas ações podem ser a diferença entre vida e morte para muitos outros.”

O movimento de greve escolar levou milhões de jovens às ruas de países de todos os continentes, que exigiam ações urgentes para evitar um colapso generalizado no clima do planeta. E Thunberg, que conheceu líderes mundiais e empresariais, tornou-se uma das vozes mais influentes de sua geração.

Especialistas dizem que os idosos e aqueles com condições de saúde subjacentes estão mais em risco com o Covid-19, que já matou milhares de pessoas à medida que se espalha rapidamente pelo mundo.